Busca avançada

Marca pessoal: 5 dicas para você construir a sua

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021 por Isabella Franco
Marca pessoal: 5 dicas para você construir a sua

Você sabe o que é marca pessoal e como construir a sua? Imagine que você chegou a um evento profissional de grande importância, no qual fará um pronunciamento.  

Você entra no salão e as pessoas viram o pescoço até você, com olhos atentos e curiosos. Com cuidado, você caminha até o palco principal, se posiciona e começa sua fala.  

As pessoas vão te ouvir com atenção, ou o farão por mera educação? Qual a percepção que elas terão sobre você? Ao final do pronunciamento, elas vão fazer questão de te cumprimentar ou você voltará para casa sem novos contatos?  

Se você prestar atenção, tudo nessa situação hipotética envolve sua marca pessoal ou, do inglês, personal branding.  

Desde o convite que recebeu para fazer o pronunciamento até a forma como você subiu no palco.  

Num mundo que valoriza muito as primeiras impressões, saber gerenciar a sua marca pessoal é indispensável.  

Não tem como negar, você deixa uma impressão por todo lugar que passa.

Com um bom domínio do personal branding, você tem a liberdade de escolher o que as pessoas vão pensar após um primeiro encontro com você.

Mas como começar a criar uma marca pessoal do zero? É sobre isso que falaremos nesse post!


O que é esse tal branding?  

Ao falar em marca, o que vem na sua cabeça?  

Provavelmente sua mente logo associe o conceito de marca a logotipos, nomes, slogans criativos e grandes corporações.  

Mas uma marca vai muito além do que foi citado acima.  

Marcas memoráveis compartilham, dentre tantos outros, dois principais pontos em comum: estratégia e posicionamento.

Nenhuma marca alcança grandes patamares de influência sem desenvolver muito bem esses pontos.  

Enquanto o posicionamento é a forma como você vai guiar suas ações no mundo, a estratégia é o caminho que você precisa traçar para chegar num objetivo final.  

Com posicionamento e estratégia, é possível gerenciar a forma como uma marca será lembrada, quais imagens serão associadas a ela.  

É sobre isso que se trata o branding: gerenciamento da estratégia que vai guiar a forma como uma marca será compreendida no mundo.  

Agora você pode perguntar: o gerenciamento de uma marca pessoal se faz da mesma forma que o de uma empresa?  

A resposta é sim!  

Afinal, é tudo sobre uma questão do porquê e como você será lembrado.  

E querendo ou não, no momento de fechar um negócio ou de cotar um profissional para um projeto ou vaga, ser lembrando é sempre bom, não é?!  


Marca pessoal: dicas para construir a sua  

1- Seja autêntico

A autenticidade caminha lado a lado do autoconhecimento. É impossível ser autêntico sem antes se conhecer muito bem.  

Quem é você? Quais suas crenças e valores? O que te define?  

Se você tivesse 30 segundos para responder essas questões, aposto que teria uma certa dificuldade.  

Falar sobre nós mesmo nunca é fácil. Quem dirá nos mostrar para o mundo.  

Explorar e expressar quem somos é um caminho cheio de desafios e obstáculos, e um deles é a síndrome do impostor.

Por conta disso, há muitas pessoas falando e fazendo as coisas de um mesmo jeito pelo medo de errar.  

Ser autêntico é sobre sair da curva. É conhecer o seu diferencial e ter coragem de mostrá-lo ao mundo.  

Afinal, somos seres únicos. Cabe a nós descobrir pelo que queremos ser lembrados.  


2- Encontre e defenda seus posicionamentos